Como Fazer uma Resenha


Para muitos estudantes, produzir um texto de qualidade é uma tarefa difícil. Mais complicado ainda é distinguir os diversos tipos de texto, que são muitos. Saber as diferenças e características de todos os tipos de texto é imprescindível, principalmente para conseguir bons resultados em provas e exames oficiais.


Dentre os muitos modelos de texto existentes, temos a resenha. Uma resenha nada mais é do que uma síntese de uma tese, ou seja, uma análise resumida. Em alguns casos, é exigida ainda uma apreciação do conteúdo, ou seja, um parecer final pessoal.

como fazer resenha

Tipos de Resenha

Uma resenha é dividida em dois subtipos: resenha informativa e resenha crítica. A resenha informativa define-se como um resumo simples, enquanto a crítica, como o próprio nome já diz, consiste na exposição de um julgamento.



A resenha crítica – o formato mais popular, considerado o mais difícil e o qual será abordado em nosso artigo –  pode ser encontrado com facilidade em jornais e revistas. Para fazer este tipo de resenha, é necessário ter conhecimento de causa e embasamento teórico. Por isso, antes de escrever busque informações consistentes: analise outras resenhas, conheça o autor cujo trabalho será resenhado, procurando saber o que ele pensa e defende.

Como Fazer uma Resenha – Estrutura

Uma resenha bem produzida deve contar com os seguintes itens em sua estrutura:

Referência bibliográfica: deve ser apresentada no início do trabalho.

Informações sobre o autor: informações relacionadas ao estudo, em quais condições e circunstâncias este foi elaborado.

Análise do Conteúdo: É interessante começar a produção da resenha fazendo um rascunho da obra a ser criticada, anotando algumas ideias como sobre o que diz a obra, características especiais, método utilizado, teorias de referência, se a obra exige conhecimentos específicos para um melhor entendimento etc. Junto a estes questionamentos, dê as respectivas respostas.

Criação da Resenha: Junte todas as informações obtidas no ponto anterior e monte o seu texto. É imprescindível criar um conteúdo coerente e científico, tal como um trabalho acadêmico.

Conclusão do autor da obra: Caso a obra analisada possua uma conclusão do autor, analise e registre-a.

Crítica/Julgamento: A apreciação é a parte mais importante de uma resenha crítica. Entretanto, todo cuidado é pouco na hora de redigi-la. Para não errar e estar certo de que todas as informações foram mencionadas e analisadas, faça à você mesmo algumas perguntas, como Qual a contribuição da obra? As idéias da obra são criativas? As ideias desenvolvem novos conhecimentos? A obra propõe algo novo? O estilo da obra é claro? A linguagem é rebuscada e complicada, ou possui fácil compreensão? O texto é objetivo e coerente? Qual a forma da obra? Lógica, sistematizada, original? Qual o contexto da obra? A qual público a obra é dirigida? Possui alcance?

Dicas Importantes para uma Boa Resenha

  • Diferente de textos comuns, o texto de uma resenha deve ser contínuo, ou seja, sem parágrafos (com exceção do parágrafo inicial).
  • É importante exaltar a ideia principal do autor da obra, entendendo suas argumentações.
  • Lembre-se de que uma resenha é o comentário pessoal de uma obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *